fbpx

Como aumentar a validade de alimentos para PETs

JUNTE-SE A MAIS DE 5 MIL EMPREENDEDORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Se você tem uma empresa de Pet Food, saiba que inovar é a palavra-chave para aumentar as vendas e se destacar da concorrência. Promissor, mas altamente concorrido, o mercado de alimentação para animais de estimação deve atingir até o final de 2021 um faturamento superior a R$ 24 bilhões, de acordo com o Instituto Pet Brasil (IPB).

Considerado um mercado sem crise, o setor de alimentos para pets faz com que muitos empreendedores abram negócios voltados para a saúde e o bem-estar animal. Isso, por sua vez, causa uma saturação de mercado, o que exige estratégias capazes de agregar diferenciais competitivos frente aos concorrentes. 

Nesse sentido, aumentar a validade de alimentos para pets pode agregar mais valor aos produtos que você comercializa. Aumentando o tempo de prateleira dos seus produtos, você amplia as suas oportunidades de negócios, reduz desperdícios, conquista novos clientes e fideliza os antigos. 

Mas, como aumentar a validade de alimentos para pets de forma responsável e sem prejudicar a saúde dos animais? Confira no artigo a seguir como aumentar o tempo de prateleira dos produtos voltados à alimentação de animais de estimação pode contribuir para o crescimento do seu negócio!

 

O que é Shelf Life?

Apesar de parecer complexo, o termo shelf life não é tão difícil assim de ser compreendido. Em inglês, ele significa “validade” e se refere ao tempo que determinado produto pode ficar armazenado na prateleira de um estabelecimento para ser consumido sem oferecer prejuízos. 

Quando falamos em prejuízos, não estamos nos referindo apenas aos prejuízos financeiros que um comerciante assume em ter em seu estoque ou prateleira um produto já impróprio para consumo. Quando falamos em prejuízos, também incluímos os riscos que um alimento fora da validade é capaz de oferecer à saúde das pessoas e dos animais.

Isso acontece principalmente porque alimentos fora do prazo de validade ficam mais propensos ao ataque de microrganismos como fungos, bactérias, vírus e protozoários. Além disso, alguns ingredientes usados na fabricação do produto podem sofrer alterações com o passar do tempo e acabar causando intoxicações.

Para evitar esses e outros problemas, uma solução muito utilizada pela indústria alimentícia em geral é aumentar o tempo de vida dos alimentos. Trata-se de um método de conservação eficaz, que sem alterar a qualidade dos produtos é capaz de inserir no mercado itens mais saborosos, seguros e duráveis. 

No mercado pet, esse detalhe faz toda a diferença e conquista o paladar dos animais de estimação e o coração (e o bolso) dos tutores. Levando em consideração que a população de animais no Brasil é de 144,3 milhões, essa é uma estratégia que pode potencializar as suas vendas e ajudar a sua empresa a crescer.

 

Principais técnicas para aumentar a validade de alimentos para pets

De acordo com o Manual Pet Food Brasil da ABINPET (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), o tempo de validade de um produto deve levar em consideração a sua classificação e o tipo de processamento que foi submetido. Assim, é possível identificar os fatores que direta ou indiretamente podem diminuir a sua vida útil.

Da mesma forma, as técnicas utilizadas para determinar ou aumentar a validade de alimentos para pets também devem considerar os intrínsecos e extrínsecos. Nesse caso, o aumento do tempo de prateleira deve observar fatores internos e externos, tais como:

Matéria-prima

Considerada um fator interno (intrínseco), a compra de matéria-prima é o primeiro ponto a ser observado no aumento do shelf life de um produto. Além da sua procedência, ou seja, se foram obtidas com fornecedores confiáveis, é preciso considerar as condições de armazenamento, manuseio e transporte do insumo.

Só para se ter uma ideia, produtos a granel como carnes e cereais, por exemplo, geralmente ficam mais expostos ao ar, temperatura e umidade e, portanto, são mais suscetíveis à contaminação por microrganismos. Ter cuidado já nessa etapa produtiva pode impactar positivamente na validade do alimento e evitar a contaminação cruzada.

Armazenamento

Outro fator que pode aumentar a validade de alimentos para pets é a sua correta armazenagem em todas as fases produtivas, do recebimento da matéria-prima até o produto acabado. O local de armazenamento deve ser ventilado, seco e possuir temperatura e iluminação adequadas para cada tipo de insumo. 

Enquanto lugares quentes e úmidos contribuem para o surgimento e proliferação de microrganismos, a exposição inadequada à luz pode interferir nas propriedades químicas e nutricionais de um produto. Já a umidade favorece o aparecimento de fungos e bolores.

Mas é claro que de nada adianta ter um método de armazenagem eficaz e não seguir as boas práticas de fabricação de alimentos para pets. Assim como no caso dos alimentos para humanos, é importante seguir as recomendações da ANVISA e dos órgãos regulamentadores no que diz respeito à higiene das mãos, dos utensílios e dos maquinários, além do uso de luvas, de toucas e máscaras.

Composição

Outro fator que faz toda a diferença na hora de aumentar o shelf life dos alimentos para pets é conhecer bem como foram produzidos. Saber quais são os riscos de contaminação, como interagem os seus ingredientes, como se comportam quando fora do prazo de validade e quais são as possíveis substituições pode melhorar a conservação do alimento e aumentar o seu tempo de prateleira.

Alguns ingredientes são mais suscetíveis à oxidação, à cristalização e ao bolor. Outros, no entanto, são mais propensos aos ataques de larvas, como é o caso de alguns cereais. Há também aqueles que têm o seu sabor e aroma alterados quando expostos ao ar, à umidade ou à luminosidade.

Por meio da análise e soluções de melhoria de produtos, é possível adequar a composição dos alimentos para que eles tenham melhores resultados no mercado. Assim, você estende o prazo de validade dos seus produtos e oferece mais qualidade de vida a milhares de pets. Saiba como a EJEQ pode ajudar.

Embalagens

E se alguns ingredientes são mais suscetíveis à contaminação do que outros, é preciso contar com embalagens adequadas para cada produto. No mercado de alimentos para pets, as embalagens devem assegurar a integridade e a qualidade de alimentos secos, semi-úmidos e úmidos.

Vale a pena ainda destacar que os alimentos para pets são ricos em nutrientes, óleos e gorduras, ingredientes sensíveis à exposição ao ar, à umidade e vapores orgânicos. Desse modo, é imprescindível que as embalagens sejam capazes de criar uma barreira contra esses fatores para garantir que os alimentos estejam próprios para o consumo.

Deve-se ainda observar que os alimentos para animais de estimação possuem textura e aromas atrativos para roedores e insetos. Sendo assim, também é importante adotar embalagens plásticas multicamadas para evitar o ataque por esses animais.

De maneira geral, as embalagens para PET Food podem ser encontradas nas versões lata de alumínio para alimentos úmidos (pastas e similares) e embalagens plásticas flexíveis multicamadas para alimentos secos e snacks. Nesse caso, são usados materiais como PELBD (Polietileno Linear de Baixa Densidade), PEBD (Polietileno de Baixa Densidade) ou PEAD (Polietileno de Alta Densidade). 

As embalagens podem ser fabricadas com apenas um desses materiais ou com uma mistura deles. O que vai influenciar na escolha é a exigência do tipo de alimento. Tenha em mente que quanto mais rico em nutrientes for o alimento, maiores são as necessidades de barreiras contra agentes externos.

Uso de aditivos alimentares

Para finalizar, outro fator muito relevante para o aumento da validade de alimentos para pets: o uso de aditivos alimentares. Eles são classificados conforme a função que possuem no alimento, como corantes, antioxidantes, conservantes, espessantes, estabilizantes, aromatizantes entre outros.

Na prática, eles modificam, melhoram ou realçam as características dos alimentos e ajudam a prolongar os seus prazos de validade. Essa é uma técnica de conservação de alimentos, já que impede a deterioração dos ingredientes e a proliferação de microrganismos.

Todavia, cabe destacar que os ingredientes e aditivos autorizados para uso na alimentação animal devem seguir as instruções do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Clique aqui e confira a lista completa de ingredientes e aditivos autorizados pelo MAPA para uso na alimentação animal.

 

Afinal, por que aumentar a validade de alimentos para pets é tão importante?

O shelf life de um produto é um fator muito importante para qualquer setor de mercado e com o PET Food isso não é diferente. O tempo de vida de um alimento indica que o produto é apropriado para consumo, deixa os tutores mais tranquilos e os animais de estimação mais saudáveis.

Contudo, como vimos no artigo, a validade de um alimento pode ser reduzida por diversos fatores, como matéria-prima contaminada, falta de armazenamento e manuseio adequados, exposição a agentes nocivos e vários outros. Por isso, formas de aumentar o tempo de prateleira desses produtos são cada vez mais procuradas.

Além de aumentar as vendas e conquistar a satisfação dos clientes, aumentar o shelf life de alimentos para animais de estimação também pode melhorar o gerenciamento do seu estoque. Isso porque você poderá planejar a sua produção com mais assertividade e evitar desperdícios.

Ainda em dúvidas de como aumentar a validade de alimentos para pets pode contribuir para o crescimento do seu negócio? Então baixe gratuitamente o nosso E-book Shelf-Life e saiba o que determina a validade dos seus produtos e como aumentá-la!

0 0 Voto
Article Rating
Inscreva-se
Avisar que
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Conteúdos Recentes

Quer tornar sua empresa uma referência no mercado? história de sucesso? inspiração?

Conte-nos como
podemos te ajudar!

Quer tornar sua empresa uma referência no 
mercado?
história de 
sucesso?
inspiração?

Conte-nos como
podemos te ajudar!

0
Conte o que achou do conteúdo!x
()
x
potes com comida para petcachorro no meio de caixas de cosméticos para pets

Novidades Exclusivas

Inscreva-se e receba conteúdos fresquinhos na sua caixa de entrada!