fbpx

Conheça a diferença entre os cosméticos naturais, veganos e orgânicos

JUNTE-SE A MAIS DE 5 MIL EMPREENDEDORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Você sabia que o mercado de cosméticos naturais, veganos e orgânicos vem crescendo no mundo? De acordo com dados da UNESP (Universidade Estadual Paulista), o mercado global de produtos naturais de beleza cresce anualmente entre 8% e 25%. Além disso, pelo relatório da Grand View Research, o setor de cosméticos veganos deverá atingir mais que US$ 20 bilhões, até 2025.

Esse crescimento se justifica pela maior preocupação com o meio ambiente e os animais. Mas também, por aqueles que buscam alternativas mais saudáveis para cuidarem do seu bem-estar. O fato é que os brasileiros estão cada dia mais conscientes acerca dos produtos que consomem. E a grande maioria deles não se importa em pagar mais por produtos isentos de substâncias químicas prejudiciais e testes em animais.

Dessa forma, os cosméticos sustentáveis vem ganhando espaço cada vez mais no coração dos consumidores e nas prateleiras das lojas e mercados. No entanto, muitos acham que os cosméticos naturais, veganos e orgânicos são sinônimos. Sendo assim, no post de hoje, explicarei a diferença entre eles. Confira!

 

O mercado Clean Beauty

Conforme o próprio nome sugere, o termo “clean beauty” significa beleza limpa. Trata-se, na verdade, de um movimento global que prega o consumo consciente e sustentável em todas as etapas da rotina de cuidados pessoais. Isso inclui, por exemplo, o uso de produtos de higiene e beleza livres de substâncias que possam causar danos à saúde e ao meio ambiente.

Logo, no rol desses produtos, estão os cosméticos naturais, veganos e orgânicos, apontados como principais tendências no mercado de beleza. Como são naturais, eles não possuem aditivos químicos, corantes e fragrâncias artificiais em suas formulações, como os parabenos e os sulfatos. 

Sendo assim, são considerados opções sustentáveis de cuidados pessoais, já que respeitam o meio ambiente em toda a sua produção. Ou seja, desde as técnicas de extração dos princípios ativos de plantas e vegetais ao uso de embalagens ecológicas. Com isto, eles ganham cada vez mais visibilidade, por causa dos benefícios à natureza.

Mas calma que não apenas isso! Além do foco na sustentabilidade, esses produtos também cuidam da beleza de forma natural, com a mesma eficácia dos cosméticos industrializados (às vezes, até maior). Inclusive, não causam alergias, irritações e até mesmo alguns tipos de cânceres. Mas também, podem ser aplicados em todos os tipos de peles, como as sensíveis e as oleosas.

 

Diferenças entre os cosméticos naturais, veganos e orgânicos

Agora que você já sabe o que é o clean beauty, é hora de conhecer as diferenças entre os cosméticos naturais, veganos e orgânicos, antes de aderir ao movimento. 

Cosméticos naturais

De acordo com a Ecocert, classificam-se como naturais, os cosméticos que tiverem, pelo menos, 95% de ingredientes naturais. Já os 5% restantes, podem conter água e ingredientes sintéticos, como os minerais. Mas, tudo isto com as devidas autorizações.

Cosméticos orgânicos

Já estes cosméticos estão ligado às etapas de produção dos insumos, as quais são dependentes de uma agricultura sustentável. Isto é, para ser orgânico, o produto não pode ter tido o contato com agrotóxicos. Portanto, o uso de pesticidas e fertilizantes artificiais, por exemplo, é proibido. Com isto, eles contam com processos rígidos de fiscalização.

Cosméticos veganos

Por fim, os cosméticos veganos são aqueles que não possuem nenhum componente de origem animal em sua formulação. No entanto, eles podem conter em sua receita substâncias químicas, como os petrolatos. Neste caso, temos um cosmético vegano, mas não um cosmético natural.

Mas é claro que os riscos de isso acontecer são mínimos. Isto ocorre pelo fato de que os cosméticos veganos já são pensados para atender, exclusivamente, a um público cada vez mais preocupado com causas ambientais.

A princípio, o veganismo é uma filosofia de vida que busca acabar com a exploração animal pela indústria da beleza, da moda, farmacêutica e de alimentos. Por outro lado, o veganismo estimula, também, um consumo mais sustentável, com menos impactos ao ambiente. 

Por esses e outras causas, raramente uma marca de cosméticos veganos que se preze irá incluir substâncias nocivas à saúde, ou até mesmo, à natureza. Ainda, é preciso seguir todas as normas da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), a fim de se designar como vegano.

 

Mas o que os cosméticos naturais, veganos e orgânicos têm em comum?

Sabemos que estes cosméticos possuem características que os distinguem. Mas será que esses produtos não possuem algo em comum? Na sequência, listamos alguns benefícios desses produtos, para que você os inclua na sua rotina de beleza o quanto antes!

Cruelty Free

O termo “cruelty free” significa livre de crueldade e é muito utilizado para se referir a produtos que não foram testados em animais em nenhuma de suas etapas produtivas. Geralmente, para identificá-los, as empresas empregam o símbolo de um coelho, visto que é um dos animais mais utilizados como cobaia pelas indústrias em geral.

Ou seja, ao comprar cosméticos naturais, veganos e orgânicos com o selo cruelty free, você estará apoiando os direitos dos animais de terem um tratamento digno. Isto inclui a proibição de práticas que causam dor, sofrimento e exponham os animais a riscos pela indústria de beleza, limpeza e higiene pessoal tradicional. 

Mais econômicos

Outro ponto o qual chama a atenção nos cosméticos sustentáveis é a presença dos princípios ativos concentrados. Mas, lembre-se que as certificadoras fiscalizam os insumos e os processos usados na produção.

Além disso, como são feitos com óleos essenciais e extratos vegetais, eles são solvidos pela pele mais facilmente. Com isso, os resultados surgem mais rapidamente também. Isto, por sua vez, demonstra maior rendimento do produto e economia a médio e longo prazos. 

Menos riscos de alergias e irritações

Em geral, o potencial alergênico de um cosmético está associado à sua composição rica em conservantes, corantes e fragrâncias artificiais. Portanto, como os cosméticos naturais, veganos e orgânicos são livres dessas substâncias nocivas, oferecem menos riscos de causar alergias e irritações. Inclusive, podem ser aplicados em todos os tipos de peles, das sensíveis às oleosas.

São versáteis

Cosméticos naturais geralmente são multifuncionais. Isso significa que com um único sabonete você pode lavar tanto o corpo, quanto o rosto e os cabelos. Isso é possível graças à ausência de substâncias químicas em sua formulação, que mantém o pH do produto compatível com diferentes regiões do corpo.

Descarte ecológico

Por fim, mas não menos importante, vale a pena ressaltar que as embalagens dos cosméticos naturais, veganos e orgânicos devem acompanhar a proposta desses produtos, que é a de cuidar da beleza de seus consumidores com o menor impacto ambiental possível. 

Nesse contexto, esses tipos de produtos de beleza e higiene pessoal devem acompanhar embalagens biodegradáveis e/ou recicláveis, que ao serem descartadas, podem ser decompostas ou reutilizadas posteriormente.

 

A importância de ler o rótulo dos cosméticos

Sem dúvida alguma adotar um estilo de vida mais consciente começa com a leitura do rótulo dos produtos que você consome no dia a dia. Afinal de contas, nele estão descritos os ingredientes utilizados na fabricação daquele item, e com os cosméticos isso não é diferente.

No Brasil, a rotulagem dos cosméticos é regulamentada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). De acordo com as Resoluções 07/2015 e 432/2020, os cosméticos naturais, veganos e orgânicos devem conter em suas embalagens as seguintes informações:

  • Nome do produto;
  • Marca;
  • Número de registro do produto;
  • Local de produção ou industrialização do produto;
  • Lote e vencimento;
  • Titular do registro;
  • Modo de uso;
  • Advertências e restrições de uso;
  • Ingredientes/composição – em português.

Alguns ingredientes para prestar atenção nos rótulos dos cosméticos naturais, veganos e orgânicos

O fato é que o crescimento do mercado de produtos sustentáveis trouxe consigo o crescimento de algumas práticas que visam ludibriar o consumidor. Entre elas, a inclusão de algumas substâncias consideradas proibidas para uma determinada classificação de cosméticos e até mesmo embalagens inadequadas para comercialização.

Por isso, é tão importante saber ler o rótulo dos produtos. Conhecer a composição do que você aplica em sua pele é a melhor maneira de apoiar causas ambientais e animais, sem colocar em risco a sua saúde. Confira, por exemplo, algumas nomenclaturas para ficar de olho na hora de comprar cosméticos naturais, veganos e orgânicos:

  • Ingredientes de origem animal: colágeno, queratina, elastina, ureia, tutano, mel, lanolina entre outros. Não devem estar presentes em cosméticos veganos;
  • Matérias-primas nocivas: parabenos, polietilenoglicol, fragrâncias sintéticas, alumínio, chumbo, silicones, oxibenzona, lauril, triclosan, amônia. Tratam-se de substâncias nocivas à saúde e ao meio ambiente, não sendo permitidas em cosméticos naturais pela Ecocert e pelo Instituto Biodinâmico (IBD).

Como você pôde perceber, os cosméticos naturais, veganos e orgânicos cuidam da beleza sem comprometer a sua saúde e a natureza e oferecem excelentes oportunidades de negócios. Quer começar a investir nesse mercado promissor? Então complemente a sua leitura com o artigo “Cosméticos veganos: como começar a investir nesse mercado? e receba dicas infalíveis para se tornar um empreendedor de sucesso nesse ramo.

5 1 Voto
Article Rating
Inscreva-se
Avisar que
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Conteúdos Recentes

Quer tornar sua empresa uma referência no mercado? história de sucesso? inspiração?

Conte-nos como
podemos te ajudar!

Quer tornar sua empresa uma referência no 
mercado?
história de 
sucesso?
inspiração?

Conte-nos como
podemos te ajudar!

0
Conte o que achou do conteúdo!x
()
x
Utilização de nanotecnologia em coosméticos.plantas e embalagens de cosméticos

Novidades Exclusivas

Inscreva-se e receba conteúdos fresquinhos na sua caixa de entrada!